Um grupo de empresas, que inclui operadores de telecomunicações e fabricantes, anunciaram que vão adotar a mesma solução tecnológica para as comunicações de videoconferência, uma medida que pretende contribuir para a normalização das comunicações unificadas. A norma adotada pelas empresas é aberta.



Deutsche Telekom, Orange, Telecom Italia e Telefonica são os operadores que integram a aliança para adoção da norma, hoje assinada. Do lado dos fabricantes estão a Alcatel-Lucent, Ericsson, Italtel, Nokia Siemens Networks, Polycom e Quanta Computer.



A solução adotada pelas empresas tira partido de tecnologias que integram as normas 3GPP e GSMA e permite às empresas que a adotam assegurar interoperabilidade das comunicações.



A tecnologia vai ser demonstrada no Mobile World Congress, na próxima semana em Barcelona, e para as empresas que a promovem representa um marco na criação de um ambiente aberto, interoperável e multi-operador. Permite a utilização de serviços de vídeo entre redes e equipamentos de diferentes empresas, independentemente do país de origem ou destino das chamadas, detalha o grupo de empresas numa nota à imprensa.



Recorde-se que ainda recentemente a videoconferência voltou a estar na ordem do dia com a notícia de que a Cisco está a pedir ao tribunal europeu que reveja a aprovação sem condições à compra do Skype pela Microsoft. A fabricante norte-americana alega que os planos de integração do Skype com a plataforma de comunicação empresarial da Microsoft podem criar impactos negativos para a concorrência, fechando o mercado.



Nenhuma das duas empresas - Microsoft ou Cisco - está envolvida, pelo menos para já, no acordo que hoje uma dezena de organizações do sector das comunicações hoje anunciam.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Cristina A. Ferreira

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.