O Instituto de Engenheiros
Eléctricos e Electrónicos
(IEEE), um grupo responsável pelo
estabelecimento de padrões industriais tecnológicos, aprovou recentemente o novo standard de redes locais sem fios (WLANs) 802.11g, capaz de
transmitir dados a uma velocidade duas a cinco vezes mais rápida do que a
actual especificação 802.11b, utilizando as mesmas frequências.

O novo padrão 802.11g serve de fundamento às regras básicas de funcionamento para equipamento de WLANs, capaz de transmitir pelo menos 24 Mbps e até um máximo de 54 Mbps, ao passo que oferece compatibilidade retroactiva com os dispositivos 802.11b, que apenas consegue funcionar a uma velocidade máxima de 11 Mbps. Ambas as especificações utilizam a frequência do espectro de rádio na banda dos 2,4 GHz. Outro standard, o 802.11a, serve de base para aparelhos capazes de transmitir 54 Mbps na banda dos 5 GHz.

Várias fabricantes já começaram a comercializar equipamento baseado nas
versões provisórias do padrão desde há meses e disseram que irão fazer com que esses produtos cumprem a versão final da especificação através de
downloads de firmware. Estes produtos baseados nas versões
provisórias estão a impulsionar o crescimento do negócio das WLANs.

Esta decisão foi tomada pelo Comité de normalização do IEEE numa reunião que teve lugar em Piscataway, no estado norte-americano de New Jersey, representando o culminar de um processo de padronização com uma duração de três anos. A resolução dos detalhes relativos a esta especificação demorou quase tanto tempo do que levou nas duas outras versões 802.11, embora o grupo de trabalho relativo a esta linha de tecnologias wireless tenha aumentado seis a oito vezes desde a aprovação do 802.11b em 1999, contando actualmente com 397 membros.

Entre os principais eventos que marcaram o processo de desenvolvimento,
contam-se um compromisso entre as propostas apresentadas por duas fabricantes de componentes, a Texas Instruments e a Intersil e uma alteração das normas da Federal Communications Commission - entidade reguladora do mercado norte-americano de telecomunicações - de forma a permitir a utilização da tecnologia Orthogonal Frequency Division Multiplexing (OFDM) na banda de 2,4 GHz.

Notícias Relacionadas:
2003-05-22 - Novo
standard para o Wi-Fi deverá ser aprovado no início de Junho

2003-02-17 - Nova
versão de especificação de redes sem fios prestes a tornar-se num padrão

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.