A Intel pode estar a preparar-se para abandonar a plataforma de software MeeGo. O sistema operativo móvel de código aberto foi um projeto anunciado em conjunto com a Nokia, que reuniu esforços de desenvolvimento de ambas as empresas, para criar mais uma alternativa para o mercado de smartphones.


Com a parceria Nokia / Microsoft, a Nokia já assumiu que mudou de estratégia e que o MeeGo passou para segundo plano e que não vai continuar a alocar recursos ao sistema, para se focar completamente na integração com o Windows Phone. A Intel tem-se mantido na sombra.



O DigiTimes garante agora, citando fontes do setor, que o iminente abandono da plataforma também pela Intel se deve à falta de entusiasmo dos fabricantes de smartphones e tablets em relação à plataforma.


O jornal assegura ainda que a Intel está a redefinir estratégias e que a partir do próximo ano conta focar-se em equipamentos que funcionem sobre Android ou Windows Phone, no que se refere ao mercado móvel.


O MeeGo foi anunciado pela Nokia e pela Intel em fevereiro de 2010. Para trabalhar no desenvolvimento da plataforma as empresas criaram um centro de desenvolvimento e anunciaram um plano de lançamento.


Em Junho foi apresentado o N9 que representa o adeus da Nokia à plataforma. Contudo, há outros fabricantes com planos para lançar produtos suportados no sistema operativo, como a Asus que se espera seja a primeira marca a comercializar com netbook com MeeGo.




Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.