O número de reclamações apresentado à Anacom continua a aumentar, tendo sido registadas mais de 46 mil queixas em 2011, quando em 2010 o número tinha sido de 44,1 mil. Segundo o regulador, as comunicações eletrónicas lideram a lista, representando 78,2% do total de reclamações recebidas.

Esta é uma tendência que se tem mantido nos últimos anos, com os serviços de Internet, televisão paga e telefone fixo no topo da lista das reclamações por mil clientes. As queixas devem-se sobretudo a problemas com os equipamentos, condições contratuais, faturação e avaria de serviços.

[caption]quadro anacom[/caption]

Analisando os dados do relatório da Anacom é fácil verificar que embora os serviços de telefonia móvel tenham maior volume total de queixas (13.610), no cálculo de queixas por mil clientes ficam bastante atrás do serviço de acesso fixo à Internet, onde 4,19 clientes em cada mil apresentaram queixa, enquanto nas redes móveis esse número não chega a um cliente em cada mil.

Em números totais são a PT Comunicações, a Zon e a TMN as empresas que recebem mais queixas, seguindo-se a Optimus e a Vodafone, mas há que contrabalançar estes dados com o número total de clientes de cada uma das operadoras.

[caption]quadro anacom[/caption]

Os serviços postais representaram 15,3 por cento do total de reclamações recebidas pela ANACOM, sendo o serviço de correspondência o que tem mais queixas. O atendimento ao cliente é a principal causa apresentada.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.