Num evento centrado no trabalho desenvolvido pelo Media Lab do Massachusetts Institute of Technology (MIT) na área do cinema e dos novos média enquanto potenciadores de novas plataformas tecnológicas, Glorianna Davenport, membro fundador da instituição, defendeu que o futuro passa pela personalização das hiperligações numa televisão interactiva que permita adaptar os conteúdos às necessidades de cada interlocutor.



No encontro, promovido recentemente pela Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações (APDC), Glorianna Davenport referiu que na sua opinião estamos constantemente sujeitos a ciclos de mudança onde os média desempenham um papel fundamental.



Lançando algumas pistas de reflexão relacionadas com uma nova geração de stories e storytellers orientados para o factor interacção, a oradora afirmou que a tecnologia permite a transformação do storytelling e associa-lhe experiências de aprendizagem que, simultaneamente, "dinamizam a cultura, originam cultura e reflectem cultura".



O grande desafio actual na produção de histórias é, segundo Glorianna Davenport, a passagem de uma "velha cultura" baseada em modelos de broadcast de histórias pré-construídas, para uma "nova cultura" de produção de histórias generativas.



A oradora utilizou o instant messaging para ilustrar o conceito de "participatory storytelling" e exemplificar a tendência para a improvisação comportamental e a gradual perda de importância do factor planeamento na vida quotidiana.


Notícias Relacionadas:

2001-04-05 - MIT publica online materiais de curso

2000-06-21 - Os PCs vão ser invisíveis

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.