A Datamonitor apresentou recentemente um estudo que indica que as empresas que investiram em Video-On-Demand (VOD) na Europa não vão obter um retorno significante dos seus investimentos.

A empresa de estudos de mercado prevê que as receitas acumuladas de VOD sobre ADSL caiam para cerca de 2,4 mil milhões de dólares (2,49 mil milhões de euros), indicando igualmente que antes de 2004 o Video-On-Demand não vai uma ter representação significativa no mercado europeu. No entanto, os custos de desenvolvimento do VOD atingiram os 4,4 milhões de dólares em 2002 (4,5 milhões de euros) e vão alcançar os 3,6 mil milhões de dólares (ou 3,7 mil milhões de euros) em 2006.

Os altos custos de acesso à rede e mesmo de tecnologia são apontados como factores inibidores do crescimento da ADSL VOD na Europa. Segundo as previsões da Datamonitor, os países nórdicos serão os únicos onde o desenvolvimento de ADSL VOD vai ser lucrativo.

Contudo, os operadores de VOD por cabo vão poder retirar vantagens das redes digitais por cabo bidireccional e ser capazes de posicionar o VOD nos seus pacotes de televisão, telefone e Internet. A Datamonitor prevê ainda que os operadores por cabo obtenham um retorno dos seus investimentos na ordem dos 176 milhões de dólares três anos depois do serviço ter sido lançado.

Notícias Relacionadas:
2002-02-26 - TV Cabo estreia video-on-demand na banda larga portuguesa

2001-12-15 - Benfica-Sporting interactivo e com video on demand na Sport TV

2001-08-29 - Utilização da televisão interactiva vai generalizar-se na Europa

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.