Na semana em que se assinalam os cinco anos da chegada do iPhone, a Strategy Analytics publicou um relatório que reúne alguns números que mostram o impacto do smartphone lançado pela Apple no mercado… e na própria Apple.



Pelas contas da empresa de estudos de mercado, desde que lançou o primeiro modelo do iPhone, a 29 de junho de 2007 nos Estados Unidos, a Apple terá angariado 150 mil milhões de dólares em receitas.



O número traduz o valor acumulado da venda de 250 milhões de unidades do equipamento que mudou o mercado móvel e a combinação de fatores que faz de um smartphone aquilo que hoje é. É também um valor que deixa pouca margem para dúvidas relativamente ao impacto do segmento nas contas da fabricante, que entretanto se tornou uma das empresas mais valiosas do mundo.



A Strategy Analytics defende, no entanto, que os próximos cinco anos da história do iPhone podem não ser tão brilhantes como os primeiros. Refere a esse propósito duas questões essenciais: as reticências dos operadores em manterem os níveis de subsidiação atuais e a performance positiva da concorrência.



O destaque é dado à Samsung e à sua linha Galaxy que se tem afirmado como principal concorrência à Apple neste domínio. "Emergem sinais de que os próximos cinco anos podem ser diferentes", defende Neil Mawston, diretor executivo da empresa de estudos de mercado.



"Alguns operadores móveis começam a ficar preocupados com os elevados subsídios aplicados ao iPhone, enquanto a Samsung continua a expandir o seu popular portefólio Galaxy, fazendo uma concorrência mais credível à Apple", continua o responsável, citado num comunicado de imprensa.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico




Cristina A. Ferreira

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.