A NASA está a experimentar novas formas de dar assistência médica aos astronautas. Para já, aos que viajam para a Estação Espacial Internacional (ISS na sigla em inglês), mas também a pensar já em viagens espaciais cada vez mais longínquas e demoradas. A saúde, física e mental, dos astronautas são aspetos essenciais nestes planos e sabe-se agora que em outubro do ano passado e pela primeira vez, uma equipa médica foi “holoportada” para a ISS, para a primeira viagem espacial do género, realizada frente a frente e simultaneamente a centenas de quilómetros.

Com o apoio da tecnologia HoloLens da Microsoft (câmaras Microsoft Hololens Kinect) e software da Aexa, o cirurgião espacial da NASA Josef Schmid, o CEO da AEXA Aerospace, parceira da agência, e as suas equipas foram os primeiros humanos a visitar o espaço na forma de hologramas para uma conversa virtual com o astronauta da Agência Espacial Europeia Thomas Pesquet.

O processo, como explica a NASA, implica a utilização de modelos 3D de alta qualidade que recriam a imagem humana e que são comprimidos e transmitidos ao vivo em tempo real. Quando combinados com ecrãs de realidade mista com têm os Hololens permitem a interação com alguém que está numa localização remota mas que tem uma representação virtual e a três dimensões no local.

A tecnologia Holoportation está a ser desenvolvida pela Microsoft desde 2016 e tem sido testada em diferentes cenários, mas este é o mais radical e remoto, como destaca a NASA. Um dos próximos passos será a integração de tecnologia de realidade aumentada na solução, para facilitar a telemonitorização, tanto na área da saúde, como no apoio às tarefas profissionais que os astronautas desenvolvem em missão.

Clique nas imagens para mais detalhes 

O plano da NASA, segundo explica a própria agência, passa também por usar este tipo de comunicação de forma bidirecional, teleportando humanos para o espaço, mas também trazendo virtualmente os astronautas em missão para a Terra. “Vamos usar esta possibilidade para encontros médicos e psiquiátricos privados, reuniões de família privadas, ou para trazer VIPs para a estação espacial para visitarem astronautas", explica-se.

“Esta é uma forma completamente nova de comunicação humana a longas distâncias”, destacou o médico teleportado para a ISS. “Para além disso é uma nova forma de a humanidade explorar o universo, que permite aos humanos viajarem para fora do seu planeta”, acrescentou o responsável.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.