No segundo trimestre do ano foram comercializados 190,5 milhões de telemóveis em todo o mundo, marcando o segundo maior trimestre de vendas após o recorde de 195,3 milhões de unidades obtido no quarto trimestre de 2004. Os números traduz em um aumento de 21,6 por cento comparativamente com o período homólogo, diz a Gartner.

Entre as fabricantes de dispositivos móveis, as duas líderes do mercado, Nokia e Motorola reforçaram a sua quota de mercado, seno em conjunto responsáveis por metade das vendas mundiais. A quota global da Nokia subiu para 31,9 por cento, já a posição da Motorola subiu para 17,9 pontos percentuais.

As quotas da Samsung e LG também cresceram, enquanto as da Sony Ericsson e Siemens caíram para 6,2 por cento e 4,7 por cento, respectivamente.

As vendas na Europa Ocidental subiram dez pontos percentuais, para 37,4 milhões de unidades e a América do Norte apresentou seu melhor segundo trimestre, com um aumento de 9,4 por cento atingindo 35,5 milhões de dispositivos vendidos. Na Europa de Leste, Médio Oriente e África o aumento foi de 37 por cento. O mercado da região Ásia Pacífico (excepto o Japão que registou uma ligeira queda) cresceu 28 pontos percentuais, traduzindo-se em 48,3 milhões de comercializações.

Com a actual força do mercado mundial de telefones móveis, a Gartner prevê que até o final do ano sejam comercializadas 780 milhões de unidades.

Notícias Relacionadas:

2005-08-01 - Mercados emergentes impulsionam vendas de equipamentos móveis no segundo trimestre

2005-07-05 - LG vende um milhão de unidades de telemóveis 3G

2005-05-22 - Utilizadores móveis devem ultrapassar os 2,14 mil milhões este ano

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.