A Microsoft abandonou o nome Metro, que até agora tem usado para descrever a interface de utilizador e todo o design de aplicações otimizadas para o Windows 8 e Windows RT. A decisão já se previa, garante a fabricante. Alguns rumores asseguram que não e asseguram que a medida pretende evitar litígios de marca na Europa.



"Temos vindo a usar a designação Estilo Metro como um nome de código durante o ciclo de desenvolvimento de muitas das nossas linhas de produto. À medida que nos aproximamos do lançamento e fazemos a transição de um diálogo virado para a indústria, para uma abordagem mais dirigida ao consumidor começamos a usar os nossas designações comerciais", justifica um porta-voz da empresa citado pelo Tech World.



A fabricante confirmou na última sexta-feira que deixa cair a designação Metro, reagindo a uma notícia avançada um dia antes pelo The Verge, onde se garantia que Microsoft se viu obrigada à decisão para evitar questões legais relacionadas com a marca.



O site alegava acesso a uma nota interna que a Microsoft fez circular pelos empregados explicando que a designação Metro não seria mais usada pela empresa. Nessa nota a empresa alega que a decisão foi uma consequência de "discussões com um importante parceiro europeu" que obrigou a empresa a deixar de usar a designação. Vários meios defendem que a polémica é com o gigante retalhista alemão Metro, mas nenhuma das duas empresas confirma ou desmente.



Uma designação diferente para descrever a nova interface do Windows ainda pode vir a ser introduzida mas para já, e segundo a mesma informação publicada pelo The Verge, a Microsoft passa a usar a designação "interface de utilizador estilo Windows 8".

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico




Cristina A. Ferreira

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.