Depois de uma primeira fase de desenvolvimento e integração sobre a sua rede UMTS, a Monaco Telecom, uma filial da Vivendi Universal, permitiu que a Siemens e a NEC efectuassem os primeiros testes, tendo em vista a avaliação da qualidade e a ergonomia das aplicações multimédia.

Desde Julho 2001 que a rede de UMTS já funcionava em todo o Principado do Mónaco, suportada por sete estações base e repartidas por todo aquele território. Este desenvolvimento é o resultado de um compromisso entre as equipas da Siemens e da NEC, que partilharam o seu saber-fazer e a sua experiência depois de 1999, para oferecer uma rede de terceira geração da responsabilidade da Monaco Telecom.

Esta nova joint venture apoia-se em competências adquiridas no domínio do GSM pela Siemens e na área do GSM e da 3G no Japão seguidas pela NEC. Os dois parceiros asseguraram uma cobertura de rádio direccionada para o ambiente urbano complexo e exigente do Mónaco, que se caracteriza, entre outras coisas, por uma elevada densidade de habitantes.

A primeira fase de testes realiza-se nos serviços de voz, ligada através dos modos de comutação tradicionais (modo circuito), mas vão mais além nos serviços multimédia, usando um modo de comutação dedicado ao transporte de dados, com um aumento importante de débito que ronda os 384 kilobits por segundo ou seja quarenta vezes superior ao GSM, possibilitando a transmissão de vídeo e a TV de grande qualidade.



As primeiras aplicações UMTS no Mónaco são testadas de acordo com condições reais de funcionamento da rede, com um telemóvel UMTS da NEC utilizado como um modem ligado a um PC ou um assistente pessoal (PDA).



Estas aplicações UMTS permitem nomeadamente consultar e enviar emails, aceder à Intranet de uma empresa ou à Internet, escutar música de qualidade Hi-Fi e visionar vídeo sem necessidade de telecarregamento (streaming de áudio e vídeo), efectuar videoconferências com os interlocutores que pretender, entre outras características de desempenho.



O conjunto destas aplicações apoia-se em soluções desenvolvidas pela Siemens e seus parceiros. A NEC concretamente forneceu os primeiros terminais de terceira geração, já disponíveis no mercado e concebidos de acordo com um design desenvolvido no Japão, no qual o seu ecrã a cor de cristais líquidos permite um interface de utilizador, mais acessível e intuitivo, segundo comunicado de imprensa da Mónaco Telecom.


Ainda na semana passada a TMN realizou em Lisboa alguns testes de transmissão de vídeo sobre UMTS. A OniWay, por sua vez, já tinha feito testes sobre redes de terceira geração em Novembro, mas apenas para voz.



Notícias relacionadas:

2001-12-10 - TMN inaugura Megastore em Lisboa

2001-12-06 - Ilha de Man com piloto de serviço 3G

2001-11-21 - Primeira chamada de terceira geração móvel testada na rede OniWay

2001-07-04 - NTT confirma lançamento comercial de 3G em Outubro

2001-05-14 - Ilha de Man atrasa lançamento de serviços 3G

2001-04-05 - União Europeia discute estado do UMTS

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.