O Instituto de Telecomunicações (IT) e o Instituto Superior Técnico (IST) inauguraram uma câmara limpa dedicada ao desenvolvimento, integração e testes de nano-satélites qualificados para o espaço.

Resultando de um consórcio que engloba o IT e o IST, a nova infraestrutura tem em vista a criação de conhecimento e condições para avançar com projetos no campo aeroespacial.

Certificada com qualidade ISO 7, a câmara limpa instalada no espaço do IT integrado no polo do IST localizado no Taguspark, em Oeiras, surgiu no seguimento do desenvolvimento do ISTSat-1, o primeiro satélite universitário português que está a ser criado ao abrigo do programa “Fly Your Satellite” da Agência Espacial Europeia.

A nova infraestrutura permite que a montagem seja feita num ambiente onde exista um mínimo de partículas que possam afetar o funcionamento do satélite, explica Rui Rocha, docente investigador do IST/IT e responsável pelo projeto, numa nota enviada às redações.

A infraestrutura pode vir a representar uma alavancagem e expansão para a I&D na área do espaço, considera o investigador. Já foram, inclusive, dados passos nesse sentido, estando previsto que um dos nano- satélites desenvolvidos nesta câmara limpa vá para o espaço já em 2023, a bordo do ARIANE 6, um veículo de lançamento que está em desenvolvimento pela ArianeSpace.

“A construção desta câmara limpa representa mais um passo de Portugal a afirmar-se no panorama aeroespacial, fruto de um conjunto de parcerias e colaborações estratégicas à escala nacional e internacional”, refere-se no comunicado.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.