A autoridade da concorrência francesa elevou a multa imposta no início deste ano à France Telecom para 80 milhões de euros por considerar que o operador comportou-se de forma anti-competitiva, restringindo o mercado de serviços de ADSL com a consequente garantia do monopólio de revenda dos mesmos serviços.

Embora o regulador tenha emitido avisos em 2001 e 2002, a France Telecom continua a manter a mesma postura. Como proprietário da infra-estrutura base que permite aos concorrentes disponibilizar serviços de banda larga, o operador tem uma responsabilidade acrescida no mercado, revela a autoridade da concorrência à imprensa internacional.

A multa divulgada agora resulta de acusações anteriores que começaram com uma queixa em 1999 da 9Telecom. O operador francês foi multado em 20 milhões de euros em Maio de 2004, sendo a multa elevada no início deste ano para 40 milhões e agora novamente para 80 milhões de euros.

A France Telecom anunciou que iria recorrer da decisão tomada pelo regulador, considerando a multa "desproporcional" já que as suas práticas e tarifas respeitavam os regulamentos adoptados pela autoridade.

Recorde-se que este ano a Sonaecom anunciou que a France Telecom iria reforçar a sua participação na holding de telecomunicações do Grupo Sonae entregando as acções que detinha do capital social da Optimus, Novis e Clix e subscrevendo um aumento de capital específico. A operadora francesa passou assim a deter 23,7 por cento da holding nacional e a realinhar a parceria estratégica para a área de telecomunicações fixa e móvel.

Notícias Relacionadas:
2005-07-27 - France Telecom anuncia oferta para aquisição de 80% da Amena

2005-06-14 - France Télécom reforça posição na Sonaecom e realinha parceria estratégica

2005-01-24 - France Telecom quer adquirir totalidade da Equant

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.