A Nokia anunciou uma nova medida de combate ao uso de baterias falsificadas, que visa a identificação de todos os seus equipamentos com um símbolo e um código de autenticação. A fabricante finlandesa iniciou já um programa de etiquetagem que irá abranger todas as baterias por si fabricadas, para todos os mercados, avança um comunicado.



O objectivo desta iniciativa é acabar com o mercado paralelo que fornece baterias idênticas às da Nokia a preços mais reduzidos, mas de fraca qualidade e pouco seguras para o utilizador. São vários os registos de curto circuitos de equipamentos com danos para o utilizador.



A marca a introduzir nas baterias consiste numa imagem holográfica com o símbolo de duas mãos unidas, imagem que ilustra a máxima da fabricante: Nokia Connecting People, a que se junta um código numérico identificativo de cada uma das baterias. A partir deste código o utilizador poderá saber se está de facto perante um produto original, usando um serviço disponibilizado pela fabricante online ou via SMS.



A Nokia adverte para o facto de por mais algum tempo permanecerem no mercado baterias autênticas sem o símbolo de identificação, mas garante que a distribuição dos produtos segundo as novas regras já começou para todos os pacotes e mercados.



Notícias Relacionadas:

2003-11-14 - Nokia toma medidas contra baterias de má qualidade


2003-02-09 - Nokia alerta consumidores quanto ao uso de baterias não-originais

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.