A Anacom informou que o processo da retoma da migração da televisão digital terrestre (TDT) apenas será feita no próximo dia 12 de agosto. O processo, que está suspenso desde o dia 13 de março devido à situação da pandemia de COVID-19, era para ser retomada no dia 3 de agosto. No entanto, devido à evolução da doença, a MEO informou o regulador de que um dos seus fornecedores para prestar no terreno os serviços de ressintonia dos emissores está indisponível.

A dia 12 de agosto será retomada a migração, começando pela ressintonia do emissor de Alter do Chão, e não o de Palmela que seria a 3 de agosto. Para já, a previsão para a conclusão dos trabalhos é no dia 18 de dezembro de 2020, um atraso de uma semana da data aprovada anteriormente, acrescenta o regulador.

A rede TDT é composta por 243 emissores, faltando migrar 180. Quando o processo foi suspenso no dia 13 de março, já tinha sido alterados 63 emissores.

tek TDT

As alterações tiveram início a 27 de novembro, em Odivelas Centro, e a ANACOM sublinhou desde o início que apesar do "apagão" nos televisores dos utilizadores, as pessoas tinham apenas de sintonizar o seu televisor, usando o comando da televisão ou da Box TDT, sem precisar de reorientar a antena de TV nem de trocar de televisão ou de descodificador. Caso não consiga fazer a sintonia dos equipamentos por si ou com a ajuda prestada através do número gratuito 800 102 002, a ANACOM agendará uma visita a casa da pessoa de técnicos devidamente identificados para proceder à sintonia, de forma gratuita.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.