A Sonaecom anunciou hoje a primeira parceria de conteúdos para o serviço triple play que pretende lançar até final do ano com cerca de 100 canais. A operadora quer chegar a 95 por cento da população de Lisboa e Porto até final de 2005, ou 45 por cento da população nacional, com o serviço de base IP que oferece televisão, Internet e telefone através de um único cabo. Num prazo de 24 meses a Sonaecom acredita ter condições para captar 10 por cento do mercado com esta oferta, directamente concorrente da TV Cabo.



A RTP é o primeiro produtor de conteúdos a assinar com a empresa liderada por Paulo Azevedo. A televisão pública irá ceder os conteúdos dos seus cinco canais televisivos: RTP 1, RTP 2, RTP Memória, RTP África, RTP Norte e RTP Internacional.



Em curso estão também negociações com outros produtores de conteúdos, como a SIC e a TVI ou o grupo PT que controla a Sport TV e os canais Lusomundo. No que respeita às televisões generalistas Paulo Azevedo garantiu em conferência de imprensa que as negociações estão a correr a bom ritmo. Os contactos com a PT iniciaram-se em Outubro do ano passado mas estão ainda numa fase inicial.



A oferta da Sonaecom será dirigida, numa primeira fase, ao universo de 40 mil clientes que hoje usufruem do serviço double play da operadora (voz e Internet), espalhados pelas 129 centrais já desagregadas e a beneficiar de tecnologia ADSL 2+, usada pela empresa na sua infra-estrutura de rede e base deste serviço.



O lançamento previsto para depois de verão será uma espécie de "piloto comercial", a que se seguirá uma campanha de comercialização mais agressiva, ainda sem data para arrancar, detalhou Luís reis, administrador da Sonaecom.



No arranque a plataforma vai disponibilizar quatro serviços. Além da TV, Internet e telefonia fixa estará disponível o Clube de Vídeo, um serviço que permite alugar filmes sem sair do sofá por períodos de tempo variáveis. O Clube de Vídeo deverá arrancar com uma oferta de 3 a 5 mil títulos para aluguer.



Numa fase posterior, que será definida consoante a adesão dos utilizadores à plataforma, estão previstos serviços como o Live Tv Recording (possibilidade do utilizador escolher a que horas quer ver determinado programa), Time Shift (permite fazer uma pausa na emissão televisiva), Real Time Video Calls (basta ter uma web cam associada) ou Gamming on Demand.



Os preços do serviços só serão divulgados à data de lançamento mas Paulo Azevedo adianta que é intenção da Sonaecom "ter mais por bastante menos, quer em relação aos conteúdos, quer no que respeita aos serviços" dando a entender que a Sonaecom pretende optar por uma estratégia diferente da TV Cabo que opta por disponibilizar um pacote básico e cobrar por um conjunto de serviços adicionais.



Notícias Relacionadas:

2005-05-02 - Sonaecom quer arrancar com TV sobre IP no segundo semestre

2005-02-28 - Serviços de Banda larga estratégicos para Sonaecom em 2005

2004-09-22 - Jazztel angaria clientes para tecnologia triple play

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.