A operadora de telefonia móvel Orange anunciou que vai abandonar o seu projecto UMTS na Suécia, devido às "duras condições do mercado e aos elevados investimentos económicos" relativos à aquisição e manutenção da licença de telefonía móvel de terceira geração.



Todavia, a operadora reconhece que mantém a hipótese de acordo com o organismo regulador do mercado sueco das telecomunicações, a PTS, o mesmo que anteriormente recusou o seu pedido de prorrogação por três anos do prazo para a construção da rede UMTS.



Depois de já ter investido 2.200 milhões de dólares na Suécia, a filial da France Telecom salientou que pretende continuar a explorar todas as possibilidades de modo assegurar o seu futuro naquele mercado.



Em comunicado, a Orange referia que apresentará uma proposta de rescisão de contratos aos seus 234 funcionários no país escandinavo.



Notícias Relacionadas:

2002-12-13 - Adiamento do UMTS por mais um ano proposto ao Governo

2002-12-04 - Oficializada compra de activos OniWay pelos três operadores concorrentes

2002-11-26 - Suécia recusa adiamento na construção de rede UMTS à Vodafone

2000-12-18 - Suécia atribui quatro licenças de UMTS

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.