“O roubo de informações e/ou ataque de ransomware é o principal objetivo desta campanha”, pode ler-se numa nota publicada no website do Centro Nacional de Cibersegurança (CNC), que o Jornal de Notícias começou a divulgar.

O organismo aponta para "um aumento de telefonemas fraudulentos em nome da empresa Microsoft, que incentivam as vítimas a instalarem programas maliciosos no seu computador, com a intenção de roubar informações e/ou cifrar o conteúdo das máquinas, exigindo um resgate”.

Acrescenta que estes "falsos funcionários" da Microsoft tentam ainda "aceder a detalhes dos cartões de crédito das vítimas, sendo que para o efeito, induzem-nas a instalar software malicioso”. A intenção é acederem remotamente a dados sensíveis.

No fim, aconselha as vítimas a não darem resposta a este género de contacto “e, muito menos, fornecer qualquer tipo de dado pessoal”. Recomenda ainda a fazer sempre queixa às autoridades competentes.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.