Tal como aconteceu recentemente com a Ericsson e a Sony, também hoje surgiu a notícia no Wall Street Journal, referindo que a Siemens e a Motorola estão a negociar uma parceria que visa integrar a produção de redes wireless ou de telemóveis ou de ambos os sectores.

Contactado pelo TeK, Hans-Júrgen Müller, director central de comunicação e imagem da Siemens portuguesa, referiu a propósito que "a empresa não comentava boatos". E esta foi também a posição adoptada pela casa-mãe.

Rui Antunes, gestor de marketing do sector de comunicações pessoais - PCS da Motorola Portugal, atesta por sua vez que "tal se trata de pura especulação ou rumor, em cujo caso a política da Motorola é a de não tecer quaisquer comentários".

No entanto, Scott Wyman, o porta-voz da Motorola em declarações ao Wall Street Jornal, depois de se recusar a confirmar as negociações (devido à política da empresa que o impede de o fazer até algum negócio se confirmar) citou Christopher Galvin, director executivo daquela empresa, que numa reflexão quanto ao ambiente de negócios que actualmente se vive, adiantou que a Motorola procura aliar-se aos parceiros apropriados, "sendo uma empresa disponível para parcerias".

As duas empresas já anunciaram milhares de despedimentos, de modo a reduzir despesas e aumentar receitas. E se as conversações chegarem a bom termo, ainda de acordo com aquele jornal norte-americano, esta poderá ser a primeira joint venture entre uma empresa dos Estados Unidos e outra da Alemanha, cujo montante envolvido atingirá valores na ordem dos 20 e dos 25 mil milhões de dólares (ou seja, num máximo de 5,470 mil milhões de contos ou de 27 mil milhões de euros).

Mas a lógica de aglutinação de empresas que se verifica nos últimos tempos pode aligeirar o mal-estar do sector, diminuindo os custos e melhorando as vendas da divisão de telemóveis, que se ressentem do abrandamento do crescimento económico. Ainda recentemente a Ericsson e Sony confirmaram uma aliança estratégica direccionada para o fabrico de telemóveis, cuja empresa resultante começou a funcionar oficialmente hoje (ver Notícias Relacionadas).


Notícias Relacionadas:

2001-08-28 - Ericsson e Sony selam acordo para fusão de unidades de telemóveis

2001-07-26 - Siemens apresenta prejuízos e substitui executivos

2001-04-24 - Sony e Ericsson criam empresa de telemóveis

2001-04-11 Motorola perde 46,5 milhões de contos no primeiro trimestre

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.