A partir de dia 19 de Maio, os clientes de acesso ADSL e de Internet por Cabo do Grupo PT vão gozar de uma quadruplicação automática e gratuita das velocidades de acesso à Internet de 512 e 1 Mbps, anunciou ontem e empresa. No mesmo dia serão ainda lançadas novas ofertas de 2, 4 e 8 Mbps.



Em comunicado, a empresa explica que estas alterações resultam de uma negociação entre a PT e a Anacom que decorreram durante a última semana. Recorde-se que a entidade reguladora do sector tinha impedido as empresas do Grupo PT de lançarem novas ofertas acima de 1Mbps considerando que não estavam asseguradas as condições concorrenciais adequadas na oferta grossista, já que a proposta wholesale apresentada pela PT não garantia margem, face à oferta retalhista (veja Notícias Relacionadas).



A PT enviou ontem a proposta de alteração à sua oferta grossista de ADSL, que sustenta os serviços de grande parte dos ISPs que não têm acesso directo aos clientes, acreditando que assim garantirá a aprovação das novas ofertas por parte da Anacom. No entanto, o Gabinete de Comunicação da Anacom, contactado pelo TeK, confirma apenas que a proposta da PT chegou ontem à noite e que está agora a ser analisada.



Recode-se que na última semana o Clix e a Cabovisão tinham anunciado novas ofertas, com a empresa do Grupo Sonae a avançar com velocidades de 16 Mbps em acesso directo e a Cabovisão a garantir a quadruplicação gratuita das velocidades de acesso à sua rede de cabo, chegando aos 8 Mbps.



O impacto da quadruplicação de velocidade nos serviços de Internet da PT é bastante grande no âmbito da Internet em Portugal, já que a empresa detém actualmente 750 mil clientes de banda larga e adiantou já os objectivos de atingir 1 milhão de clientes até ao final de 2005. Em comunicado a PT refere ainda que para este ano está previsto um investimento de cerca 325 milhões de euros na rede de cobre e de cabo em tecnologia e reforço de cobertura.



Quadruplicar sem custos

Segundo os dados da PT, os clientes que agora possuem acessos de 512 Kbps - ou de 640 Kbps no cabo - passarão automaticamente para os 2 Mbps a partir de 19 de Maio, enquanto os assinantes de serviços de 1 Mbps passam para 4 Mbps, mantendo as actuais mensalidades de 35 e 45 euros. Segunda a PT estas duas classes de velocidade correspondem a cerca de 90 por cento do total dos seus clientes retalhistas, pelo que abrange grande parte do mercado.



Não foram ainda definidas as actualizações para as restantes velocidades de Internet, nomeadamente os 256 Kbps e os pacotes empresariais. A PT não forneceu também dados sobre as eventuais alterações a aplicar aos limites de tráfego para as novas velocidades.




Em relação aos novos serviços agora anunciados de 2, 4 e 8 Mbps, a PT está ainda a estruturar a nova oferta que só será comercializada a partir de dia 19 de Maio.

Notícias Relacionadas:

2005-04-18 - Cabovisão quadruplica velocidade nas ofertas de banda larga mantendo preços

2005-04-14 - Anacom chumba proposta grossista da PT para velocidades acima de 1Mbps

2005-04-13 - Clix reposiciona-se no mercado residencial e avança com oferta de 16 megas

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.