Uma análise do mercado de telecomunicações na Europa mostra que a concentração de receitas é ainda uma realidade, e que mais de 50% do mercado é dominado por quatro empresas. O estudo foi feito pela consultora Ovum e refere-se ainda às receitas de 2011.

De acordo com os dados, as receitas do mercado grossista de 25 operadoras europeias em 2011 elevaram-se a 48,4 mil milhões de dólares, numa quebra de apenas 0,5% face a 2010, um resultado que a consultora considera positivo face à crise económica e financeira no espaço europeu.

A British Telecom, Deutsche Telecom, FT-Orange e Telefónica lideram, concentrando 50% das receitas, mas há ainda mais dados que mostram que as medidas regulatórias que tentam fomentar a concorrência não estão a conseguir grande eficácia: 10 das maiores empresas de telecomunicações na Europa ficaram com 75% das receitas.

Mesmo assim a Ovum identifica algumas tendências de quebra, sobretudo nas receitas de voz fixa, um declínio que algumas operadoras estão a conseguir contornar com a aposta em serviços não-voz, mas a consultora alerta para o facto de ser necessário reforçar esta estratégia.

A Telecom Italia e a francesa SFR conseguiram já aumentar as suas receitas fora da voz fixa, ao contrário da British Telecom (BT) cujas receitas grossistas caíram entre 2010 e 2011.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.