A Autorité de Régulation des Télécomunications (ART) decidiu adiar a data de lançamento dos serviços de telefonia móvel de terceira geração, ao mesmo tempo que reduziu os objectivos de cobertura nacional exigidos inicialmente aos operadores Orange e SFR Cegetel. As condições para o terceiro operador francês móvel com licença UMTS - a Bouygues Telecom - estão a ser consideradas separadamente, indica o regulador para a área das telecomunicações, em comunicado.



O prazo limite para o lançamento comercial dos serviços de telefonia móvel de terceira geração foi remetido para 31 de Dezembro deste ano e, nessa altura, cada um dos dois operadores deverá disponibilizar a tecnologia UMTS em, pelo menos, 12 das maiores cidades do país.



No que diz respeito à cobertura nacional da redes UMTS, o regulador francês exige agora aos dois operadores móveis que atinjam uma quota mínima de 58 por cento da população francesa até 2005.



Inicialmente, a SFR - pertencente à Vivendi Universal e à Vodafone -
tinha previsto lançar os seus serviços UMTS em Março de 2002, que chegariam a 75 por cento da população francesa em Agosto de 2003. Já a operadora móvel da France Telecom, a Orange, deveria ter iniciado a oferta comercial dos seus serviços 3G em Junho de 2002, com uma cobertura de 58 por cento em Agosto.



Notícias Relacionadas:


2004-02-23 - OrangeFrance e Alcatel instalam rede móvel pré-comercial de UMTS

2001-05-31 - Orange e SFR ganham UMTS em França

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.