No final de Junho deste ano existiam em Portugal 9,3 mil clientes de Serviços Móveis de Redes Partilhadas fornecidos por duas empresas do mesmo Grupo, a Radiomóvel e a Repart. O número representa um crescimento de 5,4 por cento face ao primeiro trimestre do ano e uma queda de 1,4 por cento relativamente ao trimestre homólogo.




No número de redes, o crescimento é mais significativo. As 770 frotas contabilizadas representam um crescimento de 1,9 por cento face ao primeiro trimestre do ano e de 109,8 por cento face ao segundo trimestre do ano passado.




De acordo com os números da Anacom, 38 por cento dos assinantes deste tipo de serviços profissionais mantiveram-se fieis à tecnologia analógica, enquanto os restantes migraram para versões digitais. O CDMA é a tecnologia digital que reúne maior penetração, com uma taxa de utilizadores na ordem dos 41 por cento, contra a quota de 20 por cento somada pela tecnologia Tetra.




A introdução no mercado de novos serviços CDMA, como o Zaap Profissional, é aliás a explicação avançada pelo regulador para o crescimento do número de redes de SMRP.




Os mesmos números indicam que 56 por cento das frotas utilizadoras da tecnologia nos primeiros seis meses do ano já são suportadas em tecnologia CDMA, por oposição aos 43 por cento que se mantêm fiéis à tecnologia analógica.

Notícias Relacionadas:

2005-05-12 - Radiomóvel quer 20 mil clientes até final do ano

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.