O terminal Z100 da Sendo, o primeiro telefone a usar o software Smartphone 2002 da Microsoft, deverá estar à venda no Reino Unido, França, Espanha e, provavelmente, na Alemanha daqui a dois meses, segundo o anunciado pela fabricante.



A empresa inglesa indicou também que os novos modelos deverão custar cerca de 455 euros, se subsidiados pelos operadores móveis, ou aproximadamente 1.140 euros, se tal não se vier a verificar.



Já a Microsoft e a operadora Cingular Wireless fizeram saber, segundo o noticiado pelo portal Europemedia, que o Sendo Z100 só surgirá no mercado norte-americano no segundo semestre de 2002. Inicialmente o lançamento do terminal nos Estados Unidos estava previsto para o Outono passado, mas o abrandamento observado no mercado móvel e a falta de redes GPRS, nas quais se suportam os telefones, acabaram por atrasar o seu lançamento.



Os futuros utilizadores do Z100 terão à sua disposição alguns dos serviços observados nos computadores de bolso, como por exemplo o correio electrónico ou o acesso à Internet. O telefone também irá suportar tecnologia Java, uma plataforma desenvolvida pela rival da Microsoft, Sun Microsystems.



A Microsoft, que pagou mais de 11milhões de euros por uma pequena participação na Sendo, ficou inicialmente relutante em incluir a tecnologia da Sun, mas a Sendo indicou que estava a ser pressionada pelos operadores de rede para suportar a plataforma.



A Samsung é uma outra fabricante de telemóveis que também está a planear o lançamento de smartphones baseados no software da Microsoft.



Notícias Relacionadas:

2002-02-19 - Microsoft, Intel e Texas Instruments em parcerias para a área de comunicações móveis

2002-02-19 - Nokia partilha tecnologia com concorrentes e faz frente à entrada da Microsoft no sector

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.