Após duas tentativas adiadas na semana passada, o lançamento do Falcon 9 da missão Starlink foi realizado com sucesso, a partir do Cabo Canaveral. O projeto da SpaceX, que pretende cobrir o planeta com internet de alta velocidade (cerca de 50% superior à que a fibra ótica oferece atualmente), será composto por 12.000 satélites, tendo os primeiros 60 seguido viagem a bordo do foguetão que descolou ontem, por volta das 22h30 locais.

Cada satélite pesa 227 kg e utilizará propulsores Hall e a energia extraída de um único painel solar para se posicionar numa órbita de 550 km acima da Terra. Para o sistema Starlink entrar em funcionamento vão ser necessários, pelo menos, 800 satélites.

Cerca de uma hora após o lançamento do Falcon 9, a SpaceX confirmou que esta fase da missão foi bem-sucedida. De acordo com o CEO Elon Musk, a SpaceX vai precisar ainda de mais seis lançamentos para iniciar o serviço, a que se juntarão outros seis necessários para iniciar uma "cobertura significativa" da maior parte da Terra. A conclusão do projeto está prevista para 2027.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.