A primeira missão da SpaceX, aquela que é a primeira empresa privada da história a liderar um voo espacial, terminou ontem com sucesso, depois de a cápsula Dragon ter caído no Oceano Pacífico. A cápsula já foi recolhida por barcos e levada para o porto de Los Angeles, na Califórnia. No total, desde o lançamento à amaragem, a missão da Dragon durou 9 dias, 7 horas e 58 minutos.

Recorde-se que, no passado dia 22 de Maio, o foguetão Falcon tinha sido lançado de Cape Canaveral, na Florida (Estados Unidos) levando consigo a cápsula Dragon. A cápsula, carregada de mantimentos - alimentos, roupa, equipamento informático e científico, entre outros itens - rumou depois à Estação Espacial Internacional (conhecida pela sigla ISS, International Space Station), onde chegou no dia 25 de Maio.

O sucesso desta primeira missão deixa entusiasmados os responsáveis da SpaceX, já que a empresa assinou um acordo com a Agência Espacial norte-americana (NASA) para a realização de 12 voos à ISS, no valor de 1,6 mil milhões de dólares.

Refira-se que, desde que a NASA anunciou a suspensão do programa de vaivéns espaciais no ano passado, os astronautas americanos estavam dependentes dos russos em matéria de viagens ao espaço.

As 12 viagens da SpaceX à ISS serão voos não tripulados com o propósito de reabastecer a Estação Espacial Internacional, mas a empresa de exploração espacial está também a trabalhar numa versão tripulada, capaz de levar astronautas. O primeiro voo de carga da SpaceX está agendado já para o próximo mês de setembro.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.