Atrair os utilizadores de telemóveis com novos equipamentos mais modernos e funcionais com capacidades multimédia será um dos principais factores de crescimento do mercado nos próximos anos, adianta um estudo da empresa de consultadoria Shosteck Group, epecializada na área das comunicações sem fios.



No estudo "The Adoption of High-End Phones, Part I: A Forecast for Multimedia Phones Through 2005" o Shosteck Group indica que até 2005 77 por cento de todas as vendas de telemóveis se vão dirigir ao mercado de substituição e não de novos clientes de redes móveis.



As vendas totais de equipamentos deverão chegar a 455 milhões até 2005, quando em 2002 o valor estimado pela mesma empresa aponta para a comercialização de 427 milhões de unidades. Actualmente a taxa de telemóveis adquiridos para o mercado de substituição ronda os 54 por cento.


De acordo com o texto do estudo, o número de subscritores de serviços de redes móveis atingiu um pico entre 230 e 250 milhões nos anos de 2000 e 2001, mas deverá baixar até aos 100 milhões de novos assinantes nos anos seguintes. Desta quebra na angariação de novos clientes se depreende a necessidade de apostar no mercado de substituição, já identificada por muitas empresas e operadores.

Notícias Relacionadas:

2002-03-11 - Vendas mundiais de telemóveis desceram pela primeira vez em 2001

2002-02-05 - Substituição de telemóveis continua a dinamizar vendas em Portugal

2002-01-14 - Nokia aposta na arte da joalharia para conceber telemóveis de luxo

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.