No segundo trimestre de 2019 foram acrescentadas 250 milhões novas conexões que proporcionam o funcionamento da rede 4G (LTE) em todo o mundo. A informação é divulgada pela associação da indústria de telecomunicações de LTE e 5G na América, com base em dados da Ovum, uma empresa de consultoria especializada em cobertura global das indústrias de telecomunicações, media e tecnologia. Desta forma, as subscrições globais de LTE estão a aproximar-se rapidamente de cinco mil milhões em todo o mundo, estando nos 4,7.

De acordo com a 5G Americas, estes valores refletem "o roteiro de inovação" da LTE e o aumento de recursos, numa altura em que a associação prevê que este crescimento continue até 2021, ano em que, por outro lado, o 5G já deverá estar mais desenvolvido.

Calendário do 5G gera controvérsia e agora Governo pode adiar plano estratégico. O que está em causa?
Calendário do 5G gera controvérsia e agora Governo pode adiar plano estratégico. O que está em causa?
Ver artigo

Ainda no que diz respeito à quinta geração mobile, hoje em dia, existem 34 redes 5G comerciais padronizadas com 3GPP em todo o mundo e de acordo com a TeleGeography esse valor deve aumentar para 77 até ao final do ano. "A captação de 5G apenas começou", considera a associação, referindo que a previsão da Ovum é de que até ao final de 2021 sejam 156 milhões de conexões 5G em todo o mundo, 32 delas só na América do Norte.

Globalmente, as conexões no período analisado cresceram 27% em relação ao segundo trimestre de 2018. Ao alcançar 4,7 mil milhões de redes em todo o mundo, a LTE representava em junho de 2019 53% de todas as conexões sem fio em todo o mundo.

Subscrição das redes sem fios a nível mundial
Dados de 2018 e de 2019, com previsão até 2023

Em comunicado, o presidente da Associação explica que estamos a “desviar-nos do caminho”, com o entusiamo com a rede 5G. No entanto, "muitas operadoras de redes em muitas regiões do mundo continuam a aumentar a infraestrutura para o 4G, a LTE, a um ritmo rápido para “fornecer um serviço de banda larga móvel para os seus clientes de qualidade".

E como observa a associação, a América do Norte continua a liderar a nível mundial no que diz respeito à participação de mercado da LTE. A tecnologia representava 88% de todas as conexões móveis na América do Norte no final do segundo trimestre de 2019, um aumento de 82% em comparação com o período homólogo de 2018. A região da Oceânia, do Leste e Sudeste da Ásia apresenta a segunda maior participação de mercado para LTE a rondar os 73%, seguindo-se a Europa Ocidental com 55%.

"As tecnologias inovadoras que sustentam o desempenho 5G também vão melhorar as redes 4G/LTE num futuro próximo".

No futuro, os dados da Ovum estimam que até 2023 as redes 5G aumentem para 1,3 mil milhões, representando 13% de todos os assinantes de redes sem fio em todo o mundo.

Em Portugal o calendário do 5G tem gerado controvérsia, com uma troca de acusações entre a Altice e ANACOM que "aqueceu" a semana passada. Enquanto a Altice afirma que estamos seis meses atrasados e que Portugal está a perder o comboio, o regulador afirma que está tudo de acordo com o previsto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.