No final de Março deste ano os assinantes do serviço de distribuição de televisão por cabo representavam 28 por cento do total de alojamentos nacionais, o que perfaz 1,4 milhões de subscritores, revelam os dados da Anacom. Em relação aos lares cablados a análise revela que 37 por cento efectuaram a subscrição do serviço, fixando a percentagem de assinantes face à população portuguesa nos 13,3 pontos percentuais.



Os 3,813 milhões de lares cablados no final do trimestre representam um aumento de 1,1 por cento face ao trimestre compreendido entre Outubro e Dezembro de 2005, o que corresponde a um acréscimo de 43 mil casas. Em comparação com o mesmo período do ano passado, foram cabladas mais 157 mil casas.



O regulador do sector das telecomunicações revelou que o número de alojamentos cablados nas ilhas e na região de Lisboa não sofreu alterações significativas, tendo sido o Algarve a região onde se verificou um crescimento mais significativo, cerca de 5.3 por cento.


A capital continua a ser a região com a maior concentração de alojamentos cablados - com acesso a Tv por cabo - representando 47 por cento do total. A região Norte e o Centro ocupam as posições seguintes respectivamente com 28 e 14 por cento dos alojamentos cablados. O Algarve registou 5 por cento de alojamentos cablados, seguindo-se do Alentejo com 3 por cento, Região Autónoma da Madeira com 2 por cento e Açores com um ponto percentual.



Quanto à evolução do número de subscritores, a Anacom revela que Lisboa foi a região com maior crescimento trimestral, 0,7 por cento, contabilizando 712 mil clientes, seguindo-se do Porto que chegou aos 329 mil clientes, o que corresponde a um crescimento de 0,5 por cento durante o trimestre.



Entre Janeiro e Março deste ano o serviço de distribuição de televisão através da tecnologia Direct to Home (DHT) registava 387 mil assinantes, menos 1,9 por cento que no trimestre anterior e mais 1,8 por cento relativamente ao mesmo período de 2005.


Foi em Lisboa que se registou o crescimento mais elevado, ao aumentar o número de clientes em 3,6 pontos percentuais, seguindo-se pela Região Autónoma da Madeira, com mais 1,9 por cento. As regiões norte e centro do continente são aquelas onde se concentram o maior número de assinantes com, respectivamente, 31 e 32 por cento dos subscritores.

Notícias Relacionadas:

2006-05-17-Banda larga chega a 12,5% dos portugueses com reforço do ADSL

2003-01-30-TV Cabo e Microsoft reforçam aposta no serviço de televisão interactiva

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.