Nos primeiros três meses do ano as vendas de telemóveis em Portugal aumentaram 21 por cento, em comparação com os dados recolhidos para o mesmo período do ano passado, para um total de 1,24 milhões de equipamentos. De acordo com dados hoje divulgados pela IDC, os smartphones são o segmento onde as vendas mais cresceram, aumentando 58 por cento, segundo o estudo IDC Mobile Phone Tracker.



Os telefones tradicionais terão igualmente, no período, mostrado alguns sinais de recuperação, traduzido num crescimento de 17 por cento, para mais de um milhão de unidades vendidas. Isto embora a IDC sublinhe uma tendência, quando há lugar à substituição de telemóvel, para a migração do telefone tradicional para os smartphones.

A propósito desta transição a consultora também sublinha a existência de uma "passagem intermédia" dos telefones básicos para os feature phones, equipamentos com algumas funcionalidades de "smartphone", como a capacidade de navegar na Internet, acesso a redes sociais e serviços de Messenger como o Facebook, Twitter e Live Messenger, ou a possibilidade de aceder ao email no telemóvel, uma tendência que a Samsung e a LG têm impulsionado, segundo a consultora.



Os 180 mil smartphones vendidos nos três primeiros meses do ano representam 15 por cento do total de vendas de telemóveis no país, quando há um ano atrás só representavam 11 por cento. Um dos destaques no segmento vai para o Blackberry que conquistou 17 por cento do mercado, quando no mesmo período do ano passado tinha apenas 2 por cento.



Entre os fabricantes que mais perderam está a Nokia que embora tenha aumentado vendas em 4 por cento, desceu a quota em 52 por cento. A Samsung ganhou terreno e ficou a 3 pontos percentuais da líder.

[caption]Dados IDC[/caption]

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.