A aprovação do Conselho da União Europeia foi formalizada esta semana, a 9 de outubro, dando luz verde ao projeto que prevê a instalação de pontos de acesso gratuito via Wi-Fi em espaços públicos por toda a Europa, com especial enfoque nas praças, bibliotecas e hospitais.

O projeto tinha sido aprovado no Parlamento Europeu em setembro, depois de uma votação de um relatório liderado pelo deputado Carlos Zorrinho, e o objetivo é chegar a 6 a 8 mil comunidades até 2020. Na altura, em entrevista ao TEK, Carlos Zorrinho admitiu que este projeto é um embrião para a sociedade gigabit na Europa.

Com uma dotação financeira inicial de 120 milhões de euros, o acesso ao programa é reservado a entidades públicas com espaços abertos, como os referidos, recebendo um financiamento da União Europeia num modelo de "primeiro a chegar, primeiro a ser servido", pelo que é importante que as comunidades se candidatem rapidamente.

As consultas para apresentação de projetos devem ser lançadas ainda este ano, ou no início de 2018 e vão ser lançados portais multilíngue para informação a todos os cidadãos e visitantes da Europa.

Depois da aprovação, o regulamento deverá ser formalmente assinado pelo Conselho e pelo Parlamento Europeu já na próxima semana, a 25 de outubro de 2017, sendo depois publicado no Jornal Oficial da UE.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.