Desde que está em Portugal - há um ano - a Google tem vindo a apostar em ferramentas e soluções que adaptadas à realidade do país e no idioma nacional. Até à data já foram disponibilizadas 10 soluções em português e o Google é o motor de busca mais procurado pelos internautas nacionais.

No âmbito deste primeiro balanço, a empresa decidiu estudar o comportamento dos portugueses online, nomeadamente no que se refere ao comércio electrónico. Na análise apurou-se que 92 por cento dos consumidores nacionais pesquisam as suas compras online e que 54 por cento destes acabam por adquirir algum bem ou serviço através da Internet.

Mas e do lado das empresas? Como podem ser aproveitados os benefícios do comércio electrónico em tempo de crise? Foi com base nestas questões que o TeK falou com Paulo Barreto, Country Manager da Google em Portugal, que nos deu a sua visão.

TeK: Numa altura em que as principais potências económicas mundiais tremem com os reflexos da crise, quais as oportunidades que o comércio electrónico pode trazer para as empresas?

Além do mais, hoje existe oferta suficiente para que as compras possam ser feitas online, com segurança e comodidade. É possível comparar preços mais rapidamente, evitar filas nas lojas, optar por pagamentos também mais cómodos…
Com base nesta realidade, os anunciantes têm de detectar as novas oportunidades, adaptando o seu marketing mix às novas tendências. Devem aproveitar o facto de a Internet ser o único meio que permite medir de forma fidedigna o número de leitores/consumidores, de poder ser direccionada para cada tipo de consumidor para aumentar a sua participação no mercado e combater a crise.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.