Por André Barbosa (*)

O conceito de “Transformação Digital” faz hoje parte do vocabulário e do dia-a-dia das empresas, tanto daquelas que nasceram já digitais e que atuam na criação de produtos e experiências inovadoras a uma grande velocidade, como das outras que operavam no modelo clássico e que perante esta crescente democratização da tecnologia tiveram de aderir à transformação para conseguirem continuar com a sua atividade.

A digitalização passou a fazer parte da agenda das equipas de liderança de grandes, médias e pequenas empresas, que se viram obrigadas a rever os seus modelos de negócio e os seus processos internos, a repensar a sua relação com o consumidor e a até a sua própria cultura empresarial. A transformação digital não é uma moda, é sim uma inevitabilidade para as empresas, e vai muito além de desenvolver novas tecnologias e processos inovadores, representa uma oportunidade para que estas empresas se tornem mais competitivas no mercado, mais eficientes na análise de dados e mais inteligentes na forma como se relacionam com o cliente.

Perante este contexto, a metodologia Lean tem vindo a assumir um papel importante e uma ferramenta para que as empresas encontrem o seu lugar no espaço digital. Conhecido pela sua capacidade de otimizar custos e reduzir desperdícios, a metodologia Lean é um conceito que já existe há algum tempo, e que em setores como o da indústria e produção foi sempre uma referência nos processos de gestão. Contudo, engana-se se pensa que este método apenas se aplica em empresas Industriais.

A metologia Lean pode (e deve) ser também aplicada a empresas que produzem serviços. Os processos de serviços tendem a ter longos ciclos operacionais, muitas variáveis complexas, múltiplos pontos de decisão e interações com uma diversidade de sistemas computorizados, e por isso, também aqui a aplicação do Lean tem o papel de auxiliar no alinhamento entre as estratégias, tecnologias e pessoas, de modo a gerar um fluxo de valor para os clientes e proporcionar um diferencial competitivo para a empresa. No fundo, será fundamental para simplificar processos complexos e conseguirem estabelecer de uma forma ágil o papel de cada interveniente na sua atividade.

Mais do que um método, o Lean assume-se para muitas empresas como a estratégia para uma nova realidade, um novo mercado cada vez mais global e digital. E porque é que esta metodologia é um dos caminhos para a transformação das empresas? Porque contribui para romper os paradigmas que ocupam as mentes dos gestores e líderes e que os podem prender a processos arcaicos, estimulando uma cultura de aprendizagem e melhoria contínua/colaborativa, que combina equipas multidisciplinares para gerar inovação.

A transformação digital não se resume apenas a estar presente no ambiente digital ou implantar novas tecnologias nas organizações, causa um impacto significativo na estrutura das empresas. Novas experimentações, pensamentos remodelados, novos conceitos e tecnologias são assimilados e o foco passa a direcionar-se para soluções que realmente se ajustem às reais necessidades dos clientes, mas que, ao mesmo tempo, sejam minimalistas no uso de recursos. Ao aplicar o método Lean, os testes e experimentações vão acontecer de forma planeada e controlada. Dessa forma, os erros podem ser corrigidos sem gerar transtornos, além da aprendizagem ser acumulada como conhecimento organizacional.

Estes efeitos, para além de agradarem as lideranças que entregam mais e melhor, ganham confiança para conduzir as profundas mudanças que são necessárias, motivam também as pessoas envolvidas no projeto que veem o seu trabalho a gerar frutos e a ser valorizado. Com os resultados favoráveis no balanço das empresas e equipas mais envolvidas, o processo de transformação digital torna-se mais sólido e não corre o risco de se tornar numa tentativa frustrada rumo ao modelo digital, como tantas outras.

A transformação digital retira as empresas da sua zona de conforto, exigindo a incorporação de novas tecnologias e competências, impactando os negócios em todos os ângulos e tornando o processo competitivo ainda mais desafiante. A transformação com a metodologia Lean padroniza os processos de trabalho (todos os processos, sejam físicos ou mentais), otimizando-os, eliminado ou reduzindo assim qualquer desperdício que esteja a ser cometido escusadamente. A metodologia Lean é uma abordagem que pode ajudar a transformar as pessoas que fazem parte e que efetivam essa transformação, porque promove uma abordagem de baixo para cima e exige a capacitação e envolvimento de todos os colaboradores e um novo tipo de liderança.

Com o lean, os processos são remodelados de forma a ganhar agilidade e simplicidade continuamente. O comodismo não tem espaço dentro desse método de gestão, e as equipas veem-se “obrigadas” e incentivadas em ação para encontrar soluções inovadoras, que rentabilizem o negócio e cativem o cliente, no menor espaço de tempo possível.

Acreditamos que a Transformação Digital com a Metodologia Lean será o “casamento perfeito” das necessidades tecnológicas com as necessidades dos processos potenciando os resultados das organizações.
(*) Head of Digital Transformation

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.