Henrique Amaro (*)

O seu negócio requer uma infraestrutura de rede LAN e Wi-Fi que permita o acesso a aplicações e a comunicações de voz e vídeo, entre outros sistemas. Contudo, o investimento e o esforço operacional podem ser dissuasores. Creio, por isso, conhecer a melhor solução.

Um serviço de rede on demand permite obter uma infraestrutura como um managed service e beneficiar de apenas pagar pelo que usufrui, dispensando investimento de capital em infraestrutura que não é utilizada. Desta forma, os custos são alinhados às receitas do negócio e a equipa de TI pode focar-se nas aplicações e comunicações da empresa.

E não sou só eu a considerar este o futuro das redes empresariais. A IDC prevê que, em 2020, 80% da infraestrutura de TI será adquirida numa base de sistema pay-as-you go. Isto significa que uma organização paga pelos custos de algo quando os mesmos ocorrem, e não antes ou depois. Além da vantagem de apenas pagar pelo que usufrui, a infraestrutura de rede torna-se um custo operacional, deixando de ser um custo de capital, permitindo-lhe ter a capacidade para investir em oportunidades de negócio mais rentáveis.

Não obstante, o serviço de network on demand tem capacidade para crescer em tamanho e confere-lhe a capacidade de adotar nova tecnologia mais rapidamente, ao mesmo tempo que lhe retira a preocupação no que diz respeito à depreciação de ativos.

Network on demand é uma alternativa economicamente viável e eficiente à compra ou arrendamento de equipamento de rede. A redução de custos, a flexibilidade de gestão e o comando autónomo da infraestrutura são as suas grandes mais-valias, que lhe possibilita voltar a concentrar-se nas atividades core da sua empresa.

 (*) Network Technical Sales and Services, Alcatel-Lucent Enterprise

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.