Biometria favorece comodidade e segurança
Por Paulo Rocha (*)

A tecnologia tem contribuído ao longo dos anos para grandes avanços da civilização humana e tem criado condições para melhorar o nível de vida das pessoas. Este encontro entre a ciência e a engenharia tem ajudado a resolver muitos problemas e criado também oportunidades para melhorar o dia-a-dia de todos nós. Entre as muitas vertentes em que a tecnologia se disseminou, a biometria é uma das mais recentes e está ainda à procura de uma oportunidade para massificar a sua implementação.

[caption]Paulo Rocha CTO da iCreateConsulting[/caption]A biometria (enquanto processo de identificação/autenticação com base nas características físicas e do comportamento humano) tem sido essencialmente associada a projectos de elevada segurança e controlo de acessos, ainda com pouca utilização no dia-a-dia de todos nós. No entanto, o potencial desta tecnologia, associada ao custo cada vez mais reduzido de implementação, começa a torná-la obrigatória para as empresas garantirem a segurança do seu bem mais precioso: a informação.

O advento das novas tecnologias e a expansão das redes informáticas e da Internet recolocaram na ordem do dia grandes desafios às empresas que necessitam de manter os seus dados em segurança. As empresas poderão enquadrar a biometria nas suas políticas de segurança e reforçar as suas defesas ao implementar uma camada adicional de identificação/autenticação junto dos seus colaboradores, sem prejuízo para a agilidade dos processos dentro da organização.

Por outro lado, sectores de actividade extremamente competitivos, como o retalho, deverão também em breve abraçar novas tecnologias de biometria que tornem a experiência de compra ainda mais rápida e intuitiva. Os retalhistas têm trabalhado com o objectivo de agilizar o momento da conclusão da compra e respectivo pagamento, criando sistemas de self-checkout ou entregas ao domicílio que contribuem para um maior conforto por parte dos clientes. A autenticação do cliente por via biométrica pode ser o próximo passo para acelerar o momento da compra e reforçar a segurança relativa ao pagamento, face a cartões e códigos que podem ser copiados ou roubados.

Actualmente, os sectores de actividade em que a biometria integra mais naturalmente os processos de negócio são as áreas do retalho, distribuição, serviços de homebanking/self-service através da internet e controlo de acessos/monitorização de pessoas em perímetros ou áreas reservadas.

Quanto às tecnologias mais amadurecidas no mercado neste momento, a impressão digital encabeça a lista mas a leitura da iris do olho e o reconhecimento da voz são também soluções muito viáveis em vários cenários (nomeadamente quando existe a necessidade de evitar o contacto físico com um equipamento ou terminal).

São muitos os trunfos e benefícios que a biometria pode proporcionar às empresas portuguesas ao nível da segurança, tornando-se agora necessário desmistificar o conceito de que esta é uma tecnologia dispendiosa e pouco prática, uma vez que a biometria há anos que saiu do universo da ficção científica.

(*) CTO da iCreateConsulting

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.