O dia 29 de julho foi a data limite estabelecida pela Microsoft para que todos os utilizadores do Windows 7 e 8/8.1 pudessem proceder à atualização gratuita para a versão mais recente do sistema operativo.

Dificuldades sentidas durante o processo de instalação à parte, foram muitos os utilizadores que ao longo de um ano migraram para o Windows 10 - não sabemos se “obrigados” pela suposta “agressividade” do apelo.

Dados de muito perto do final do prazo apontavam para 350 milhões de computadores com Windows 10 instalado e qualquer coisa como 135 mil milhões de horas de utilização. Por esta altura, mais de 40% dos computadores portugueses já tinham instalado o sistema operativo em da Microsoft.

Ao TeK, 46% dos leitores confirmaram que aproveitaram a sugestão da Microsoft e fizeram a atualização com algum tempo de diferença antes do prazo final.

Já 29%, a outra resposta mais significativa, indicaram que não fizeram a atualização, nem nunca tiveram essa intenção.

Houve quem não tivesse feito porque o computador em causa não suportava o sistema operativo (10%) e, entre as respostas menos significativas, estão aqueles que se esqueceram e, por fim, aqueles que atualizaram a plataforma, mas à ultima da hora.

E dos computadores para o mobile, numa altura em que decorre uma das principais feiras de tecnologia mundiais, e que por isso se apresentam novos modelos de smartphone como se não houvesse amanhã – e já não vamos falar da conferência da Apple -, queremos saber com que frequência substitui o seu telefone, numa nova votação.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.