Uma impressora "monte você mesmo" custa agora 500 euros e por cerca de 100 euros pode levar uma réplica sua para casa. Há também cada vez mais lojas que fazem impressões esporádicas, o que coloca a impressão 3D na rota das tecnologias que depois de fazerem parte do futuro finalmente se materializam. Literalmente.

Os leitores do TeK já tinham escolhido a impressão 3D como uma das tecnologias de sucesso em 2014, mas há ainda muita incerteza sobre a sua aplicação prática. E por isso perguntámos quais as áreas mais promissoras.

As opções eram variadas. Da área industrial à indústria alimentar, onde já há vários exemplos, passando pelo espaço e a construção, havia várias hipóteses, mas os votos penderam sobretudo para a utilização médica, com a criação de órgãos humanos para transplante, onde se têm feito conquistas importantes.
[caption]votação[/caption]

Esta opção reuniu 46% dos 2.718 votos realizados pelos leitores do TeK. Mais longe, com 30%, ficaram as aplicações industriais e a área de construção, com 10%.

A aplicação da impressão 3D para uso pessoal (8%), missões espaciais (4%) e a industria alimentar (2%) reuniram menos entusiasmo. Parece que ninguém quer uma pizza acabadinha de imprimir...

Entretanto lançámos mais uma pergunta: depois de termos assinalado ontem o
Os leitores do TeK já tinham escolhido a impressão 3D como 11º aniversário do Facebook e a evolução da rede social e de termos listado as cinco piores pragas, queremos saber o que o chateia mais no projeto de Mark Zuckerberg.

Só pode escolher uma das opções, por isso pense bem antes de votar. A caixa de votação está, como é habitual, na barra direita do TeK.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.