Apesar do numero de equipamentos que existem no mercado com sistema operativo Windows Mobile, a estratégia móvel da Microsoft é mais ou menos transparente para os utilizadores, que não procuram um telemóvel com Windows, sobretudo se não forem profissionais.

Esta falha foi assumida pela empresa que por isso decidiu com o lançamento da nova versão do sistema operativo reformular também a estratégia e criar a marca Windows Phone, que será "colada" aos telemóveis de vários fabricantes, replicando o modelo de liberdade de escolha que foi implementado com sucesso pela empresa nos PCs.

A opção é bastante diferente da da Apple, que liga o "seu" telemóvel ao "seu" sistema operativo e à "sua" loja de aplicações, mas até tem alguns pontos de contacto com a da Google, que apadrinhou a plataforma open source Android, que é também aplicada por vários fabricantes.

Para validar esta estratégia da empresa de Redmond, questionámos os nossos leitores sobre a sua visão em relação às opções para o Windows Phone e a grande maioria confirma que esta tem todas as condições para ganhar mais peso face à Google e à Apple.

56% dos 443 leitores que participaram no inquérito optaram por esta resposta, mas há ainda 27% dos participantes que considera que a estratégia é demasiado dispersa.

Outros 18% acabaram por apontar que falta uma marca mais forte, que poderia sustentar as ambições da Microsoft nesta área.

[caption]Nome da imagem[/caption]

Já está online um novo inquérito que pretende apurar a sensibilidade dos leitores do TeK em relação à estrutura organizativa do novo Governo que será formado por José Sócrates face às Tecnologias da Informação e Comunicação.

Depois de um Governo socialista com um ministério da Ciência e Tecnologia no início do século XXI, o Governo de Durão Barroso optou por criar uma estrutura de gestão dos projectos TIC que tinha ligação directa ao Primeiro Ministro - a UMIC.

Na última legislatura José Sócrates acabou por dispersar em várias estruturas e ministérios as competências nesta área, com as Telecomunicações na alçada do Ministérios das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, a modernização Administrativa a ganhar uma secretaria de Estado, a par da AMA - Agência para a Modernização Administrativa e da UMIC - Agência para a Sociedade do Conhecimento, enquanto o Plano Tecnológico - uma das grandes bandeiras do anterior Governo, gozava de um Gabinete de Coordenação.

Aproveite para deixar a sua opinião na caixa de comentários abaixo e o seu voto nesta matéria.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.