A SpaceX adiou o lançamento do Falcon 9 para quarta feira, 21 de fevereiro, adiando a colocação em órbita de dois satélites experimentais que vão ser os beta testers de um serviço de internet de banda larga que Elon Musk quer pôr em órbita.

A ideia deste serviço foi revelada há cerca de três anos, mas todo o projeto tem sido mantido em segredo, e este adiamento do lançamento do Falcon 9 é só um pequeno atraso.

Inicialmente o lançamento do Falcon 9 estava previsto para dia 17, sábado, sendo adiado depois para ontem, dia 19, e agora a data confirmada para a próxima janela de lançamento é o dia 21 de fevereiro, a partir da base Vandenberg da Força Aérea, na Califórnia.

O projeto de "espalhar internet pelo Mundo" com serviços de baixo custo é desenvolvido através da Starlink e teve origem ainda antes de Elon Musk conseguir os principais sucessos com a SpaceX. O inventor testou vários conceitos, incluindo a possibilidade de desenvolver uma empresa de satélites com Greg Wyler, e fixou o plano numa rede de 12 mil micro satélites, com uma cobertura global.

O projeto da Starlink tem sido mantido em segredo mas no final do ano passado a FCC, organismo responsável pela regulação do sector das comunicações nos Estados Unidos, deu à SpaceX autorização para transportar dois satélites, o Microsat-2A e Microsat-2B, que devem fazer os primeiros testes desta nova rede de internet.

A carga principal do Falcon 9 é o PAZ, um satélite de radar espanhol, mas tudo indica que a carga secundária pode ser mais relevante.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.