Em resultado da primeira e da segunda fase, já ingressaram no ensino superior público 46.070 novos estudantes, indica a Direção-Geral do Ensino Superior. No primeiro momento do concurso nacional de acesso já tinham sido colocados 43.992 estudantes, dos quais se matricularam 38.767 (88,1%).

Engenharia e cursos técnicos com 1.829 vagas por preencher no acesso à universidade  
Engenharia e cursos técnicos com 1.829 vagas por preencher no acesso à universidade  
Ver artigo

Recorde-se que a área de estudos de “Engenharia e Técnicas afins” esteve entre as mais concorridas nas candidaturas ao ensino universitário da primeira fase do concurso, ficando preenchidas 7.461 vagas em 9.277 lugares disponíveis.

Ficou igualmente nos lugares cimeiros da lista de cursos com os últimos colocados com notas mais altas: em primeiro uma Engenharia, mas Civil, com uma média de 18,94 valores, na Universidade da Madeira, em segundo Engenharia Física Tecnológica do Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa, com os 18,9 valores do último colocado, e em terceiro Engenharia Aeroespacial na mesma instituição, com 18,85.

Sobraram da segunda fase do concurso 5.254 vagas, entre o Ensino Universitário e o Ensino Politécnico. As definitivamente a concurso para a terceira fase serão divulgadas no dia 4 de outubro, no site da Direção-Geral do Ensino Superior. As candidaturas podem ser apresentadas online a partir dessa data e até 8 de outubro.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.