Entre os dias 8 a 11 de junho vai realizar-se a conferência internacional 2021 Joint EuCNC (European Conference on Networks and Communications) & 6G Summit que decorre virtualmente, sendo o Porto a cidade de acolhimento. Espera-se a adesão de dois mil especialistas no sector, e vai ter a presença de Manuel Heitor, Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior na abertura da conferência.

A conferência visa definir os requisitos e discutir os programas de investigação do 6G, a próxima geração de redes de comunicação móveis previsto para 2030. “Imagine uma reunião de trabalho em que cada um dos participantes está representado por um holograma, ou uma situação em que consegue sentir o cheiro de uma refeição confecionada noutra parte do mundo”, este é um exemplo do que podemos esperar do 6G, destaca a INESC TEC.

Tendo como lema “O Caminho do 6G”, a conferência vai discutir a implementação avançada do 5G e definir a visão da rede 6G, que deverá chegar na próxima década. “O 6G começa a ser investigado agora, para ser usado em 2030. Nesta conferência será lançada a estratégia de financiamento da União Europeia para a investigação do 6G e definida a visão da próxima geração de redes móveis”, afirma Manuel Ricardo, coordenador do Cluster de Redes de Sistemas Inteligentes do INESC TEC.

É explicado que o 6G é definido como redes de comunicação mais flexíveis, inteligentes e presentes em toda a parte. A tecnologia de machine learning será incorporada nos sistemas de comunicação, aprendendo e adaptando-se às necessidades dos utilizadores. Vai combinar técnicas avançadas de comunicações, computação, sensorização e posicionamento, explica Manuel Ricardo.

A comunicação holográfica e hápticas (que permitem usar sentidos como o tato ou cheiro), assim como internet para a indústria 5.0, internet dos objetos e comunicações entre veículos autónomos são alguns dos avanços que se esperam com o 6G. Em termos de velocidade, a sexta geração irá explorar um novo espetro rádio nos TeraHertz que possibilitará débitos na ordem dos 100 Gbit por segundo, com latências 10 vezes inferiores às do 5G.

O evento inclui workshops, sessões plenárias e técnicas e uma exposição virtual com mais de 20 stands. A conferência conta com quatro oradores principais: Michael Peeters, investigador do imec e professor na Universidade de Antuérpia, na Bélgica; Manuel Ramalho Eanes, administrador executivo da NOS; Roberto Verdone, professor na Universidade de Bologna e diretor do WiLab, em Itália; e Petter Vetter, diretor da Nokia Bell Labs, nos Estados Unidos. No dia 9 de junho, às 9h00, Manuel Heitor irá fazer um discurso de abertura.

Poderá fazer o registo gratuito ou consultar mais informações do evento no seu website oficial.

Nota de redação: Notícia atualizada com mais informação. Última atualização 12h56.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.