Um serviço de armazenamento na cloud para ser bem sucedido precisa de garantir algumas condições, como ser acessível em várias plataformas, ser simples de usar e disponibilizar espaço de armazenamento gratuito. Mas mais importante que tudo isto é talvez a questão da segurança: o serviço precisa de transmitir confiança aos utilizadores.

A Google tem trabalhado bem estas áreas e está agora a fazer um reforço no campo da segurança. A empresa vai dedicar um milhão de dólares, cerca de 930 mil euros, para financiar grupos independentes de investigação.

O objetivo é estimular e ajudar várias equipas a encontrarem bugs ou vulnerabilidades no serviço Google Drive. “O resultado final destes esforços contínuos é um produto - ao contrário dos discos rígidos - que realmente fica melhor ao longo do tempo”, escreve a tecnológica no blogue oficial.

A gigante de Mountain View garante que este novo programa de incentivos é apenas um reforço, sendo que a empresa mantém o tradicional sistema de ‘caça aos bugs’ que garante 20 mil dólares por cada falha ou vulnerabilidade encontrada nos seus diferentes serviços.

Pois como salienta a tecnológica, nem sempre as centenas de engenheiros que existem ‘dentro de casa’ são suficientes, sendo crucial garantir o apoio da comunidade independente que “vive e respira segurança”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.