A Huawei Portugal introduziu este mês a sua ICT Academy, um programa internacional que visa oferecer às universidades o acesso a conteúdos e experiências formativas relacionadas com recentes inovações tecnológicas. Os acordos feitos com as instituições de ensino portuguesas procuram enriquecer os conteúdos formativos, por um lado incorporando-os nos planos curriculares, ou criando cursos e ações de formação. Também abrange a certificação de professores e formadores. Em última análise, a iniciativa procura potenciar a transferência de conhecimento para as academias para que os estudantes se aproximem mais da realidade das empresas tecnológicas.

“Colocamos ao serviço das universidades nacionais um programa mais estruturado e evoluído, que bebe muito das melhores práticas, da inovação e do know-how da Huawei a nível global”, refere Diogo Madeira da Silva, relações públicas e comunicação da Huawei em Portugal.

A empresa pretende abranger o desenvolvimento de conteúdos em áreas como Big Data, Cloud Computing, Inteligência Artificial, IoT e 5G. A Huawei fornece as soluções para as diferentes necessidades e exigências das instituições de ensino superior e empresas, promovendo ainda o desenvolvimento de talentos em TIC.

A ICT Academy teve um investimento de 50 milhões de dólares, a nível global, aplicados nos próximos cinco anos. Criada originalmente em 2013, o projeto foi lançado fora da China em 2014 em Espanha, na Universidade de Alicante. Seguiu-se a Universidade de Reading no Reino Unido em 2015, que atraiu com sucesso mais de 150 estudantes para participar em cursos com a certificação da Huawei. Esta é atualmente a ICT Academy mais bem-sucedida do mundo. Encontra-se agora em 72 países, num total de 900 academias, 1.200 professores certificados e mais de 45 mil estudantes por ano.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.