Ílhavo vai ganhar esta semana um novo espaço onde a ciência e a tecnologia se juntam, sem esquecer a vertente cultural desta cidade de Aveiro. O Estaleiro – Estação Científica de Ílhavo vai ser inaugurado pela própria Câmara Municipal de Ílhavo e promete atividades práticas para a comunidade e o público em geral.

Destinado aos jovens estudantess, o novo "estaleiro" pretende ser palco de muitas atividades práticas nas áreas das ciências, robótica e programação e irá ocupar o espaço do antigo Fórum Municipal da Juventude de Ílhavo. A decisão surge depois de se constatar que o fórum tinha uma frequência reduzida.

Ao jornal PÚBLICO, o vereador Tiago Lourenço explica que o objetivo passou por "dar um novo uso ao espaço", agora com uma área de "cerca de 400 metros quadrados". Desta forma, pretendeu-se dar uma nova vida ao espaço, reservando um lugar onde a ciência e a tecnologia estejam de mão dada, sem perder o contacto com a cultura, o património e a identidade local.

ISS recebe “encomenda” com quase 3 toneladas de equipamento para novas experiências científicas
ISS recebe “encomenda” com quase 3 toneladas de equipamento para novas experiências científicas
Ver artigo

Será assim como uma espécie de centro de ciência viva, semelhante aos que já em existem em vários pontos do país, mas com particularidades muito próprias. “Há uma situação que nos diferencia e que tem a ver com o envolvimento de várias entidades neste novo equipamento”, explicou o vereador.

Para além da própria autarquia, também os agrupamentos de escolas do concelho, as empresas do município e a Universidade de Aveiro participarão ativamente na dinamização do espaço. A Teka, a Vista Alegre, a Prio e a Motofil são alguns dos exemplos de empresas que irão ajudar neste sentido.

Pretendendo ser um "complemento" daquilo que é apresentado nas salas de aulas das escolas, o Estaleiro quer ainda ser um ponto de encontro para as famílias e comunidade em geral, apostando em várias atividades práticas e experiências.

Casa das Máquinas, Casa do Leme, Messe e Ponte são os quatro espaços com dinâmicas diferenciadas e que também foram buscar o nome à cultura marítima do município

“Na Casa das Máquinas, iremos ter um espaço maker, onde os miúdos podem pegar nos martelos, numa serra ou dedicarem-se ao modelismo”, explicou Tiago Lourenço. A programação e a robótica estarão presentes na Casa do Leme, onde as "tradições locais do bacalhau, do pão de Vale de Ílhavo e da porcelana da Vista Alegre” não serão esquecidas.

De acordo com as informações divulgadas pelo autarca, na Messe replica-se “o conceito da gastronomia de bordo”, com espaço para as experiências de “cozinha molecular”. Por último, na Ponte, situada no cimo do edifício e “com uma vista privilegiada sobre a freguesia de São Salvador”, haverá espaço para a observação astronómica.

A semana inaugural do Estaleiro acontece entre 13 e 19 de janeiro, estando previstas várias atividades para dar a conhecer este espaço. Desde uma formação para professores sobre bioplásticos ao espectáculo Onde a Ciência É Mágica! são várias as ações com os quais os visitantes poderão contar.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.