Ao longo do último século e meio muito mudou na vida da Nokia. Na verdade mudou quase tudo, menos o facto de a companhia ser finlandesa e mesmo isso só é verdade em parte, porque o ativo mais valioso criado pela Nokia em todos os seus anos de história, cruzou o oceano e foi parar às mãos da Microsoft num negócio de muito milhões.

Hoje mostramos-lhe em imagens a história da Nokia, recuperando alguns dos momentos e produtos mais marcantes de uma empresa que em 1998 chegou ao topo do mercado mundial das comunicações móveis e que entre 1996 e 2001, graças a esse mercado, multiplicou por 500 o seu volume de negócios, que já atingia os milhares de milhões de euros.

Em 2005, quando o número de utilizadores de telemóveis em todo o mundo atingia os 2 mil milhões, a Nokia chegava aos mil milhões de telemóveis vendidos.

O fenómeno dos smartphones e dos dispositivos conectados foi a grande tendência que se seguiu e a marca deixou-se ultrapassar. Perdeu o barco e nunca mais recuperou a liderança.

Acabou por vender a unidade de telemóveis, mas mantém-se de pé e nas últimas semanas voltou a ser notícia em todo o mundo porque está, mais uma vez, a redefinir prioridades e a relançar o negócio.

Comprou a Alcatel-Lucent, recentrando a aposta na área das redes, numa espécie de regresso a um passado com mais de 50 anos, e quer vender o negócio de Mapas. A avaliar pelos valores que se apontam às propostas e pelo encaixe que conseguiu com a venda à Microsoft: dinheiro não será um problema.

Nota de redação: O texto associado à imagem do Nokia 5510 foi alterado. Por questões técnicas a imagem não exibe os dois modelos que se referiam no texto (Nokia 5510 e N-Gage) e como tal o texto foi alterado para ficar de acordo.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.