Dada a natureza de conteúdos que os mais novos gostam de “consumir” com o smartphone, as tendências passam pela procura de ecrãs maiores, mas é importante que os equipamentos não sejam demasiado volumosos e pesados, da mesma forma que o preço, normalmente, é equivalente aos modelos de entrada de gama.

Este é um ponto de vista definido do ponto de vista dos pais e/ou encarregados de educação quando chega a altura da compra do primeiros smartphone para os filhos, numa idade de pré-adolescência. O desejo de gastar o mínimo possível contrasta com a dúvida em torno das funcionalidades que são efetivamente necessárias, sendo que, na maior parte das vezes, a conclusão a que se chega é que o ideal passa pela escolha de um terminal Android de entrada de gama, que, de momento, conseguem perfeitamente comprimir todos os requisitos necessários.

Veja na galeria as escolhas do SAPO TEK e verifique as características e preços dos smartphones

A questão centra-se depois em torno da segurança e no modo como pode ser possível limitar a utilização dos mais novos. Como a ajuda do Android, é possível bloquear o acesso a algumas apps móveis, bem como a ação na Play Store e no uso do browser e eventuais jogos instalados, por exemplo. Mas existem, por outro lado, ferramentas mais eficazes nesta tarefa e que complementam da melhor forma as funções do Android para o efeito.

Controle com Google Family Link

Caso as funcionalidades e opções de controlo parental do próprio smartphone e do Android não foram suficientes para as suas necessidades de monitorização do terminal dos mais novos, há alternativas. Uma delas é a app móvel Family Link da Google, a que já demos atenção antes.

Está disponível desde maio na Google Play, sendo que este recurso se distingue por, entre outras possibilidades, deixar-nos criar uma conta Google para os mais novos como se fosse nossa. Ou seja, o controlo sobre o que este utilizador faz fica centrado no seu smartphone e não no da criança.

Pode assim receber relatórios de tudo o que se passa no terminal móvel em causa, bem como definir horários limite de utilização e bloquear o acesso a determinados serviços, funcionalidades e apps móveis, por exemplo. Também é possível bloquear o terminal à distância quando desejar.

Voltando aos smartphones, repare que esta seleção de smarpthones é um misto de preço acessível (tirando uma ou outra excepção…), facilidade de utilização e capacidade para entreter, também, visto que nem só de estudo e trabalho é feito o dia a dia de uma criança que já tem idade para ter telemóvel. Espreite a galeria acima e veja as nossas escolhas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.