Antes, quem encontrasse o seu telemóvel na rua podia livremente ficar a conhecer e percorrer todos os conteúdos que estivessem na memória do terminal, desde os contactos até às fotos e vídeos captados com o mesmo.

Hoje, na era dos smartphones (cada vez mais) inteligentes, tudo é diferente. As marcas e sistemas operativos móveis começaram por proteger o acesso ao ecrã através de um simples PIN, que tão bem conhecemos sob a forma de palavra-passe em tantos sistemas e tecnologias.

E, naturalmente, acabaram por desenvolver tecnologias que nos “olham” nos olhos, nos reconhecem de imediato e nos dão acesso aos conteúdos que efetivamente queremos ver e manusear no momento.

Mas acabar é uma expressão “ligeira” para este tipo de tecnologias, já que há muito a acontecer no momento… A começar pelo FaceID que a Apple apresentou recentemente com o novo iPhone X, que, mesmo não sendo novidade absoluta, acaba por inovar de certo modo. Nem que seja pela possibilidade de animarmos emojis com as ações do nosso rosto!

É assim de esperar que este tipo de sistemas evolua nos próximos anos, até porque as funcionalidades de inteligência artificial, que já chegaram aos smartphones com o novo Huawei Mate 10 Pro e que tendem a aparecer nestes segmentos com maior frequência, podem ter uma forte palavra a dizer neste campo.

Até lá, entre os padrões de desbloqueio que nos habituámos a utilizar nos terminais móveis Android e o scan de íris trazido pela gama Galaxy Note da Samsung, “entrar” no nosso smartphone é cada vez mais fácil e rápido. E cada vez mais difícil para os “intrusos”, naturalmente.

Mas espreite a nossa galeria e passe em revista os vários métodos de desbloqueio que estão presentes nos smartphones dos dias que correm, sem esquecer os já completamente instaurados sensores de impressão digital.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.