A Fundação da Juventude reúne na 12ª Mostra Nacional de Ciência os 100 melhores projetos de ciência e investigação juvenil da autoria de 265 jovens cientistas e 64 professores de 41 instituições de ensino.

Os projetos a concurso são das mais variadas áreas de estudo: Bioeconomia, Biologia, Ciências da Terra, Ciências do Ambiente, Ciências Médicas, Ciências Sociais, Economia, Engenharias, Física, Informática/Ciências da Computação, Matemática e Química.

A avaliação e a selecção dos trabalhos será realizada por um Júri que integra professores e investigadores de reconhecido mérito das diferentes áreas científicas envolvidas.

Os vencedores podem conquistar prémios até cinco mil euros, bem como o acesso a certames internacionais, como a Final Europeia e a Feira Internacional de Ciências e Engenharia (Intel ISEF).

A Mostra Nacional de Ciência, que assinala este ano a sua 12.ª edição, é já considerada “uma das maiores a nível Europeu” e para Francisco Maria Balsemão, presidente da Fundação da Juventude, “é importante que se apoie e se fomente o desenvolvimento científico em Portugal o qual estes jovens provam que pode e deve começar nas escolas”.

“Apesar de sermos um país pequeno, já alcançámos uma quota de participação significativa nas competições europeias e internacionais”, diz o responsável, sublinhando que “ainda na semana passada, um dos projetos portugueses que participou nos EUA na Intel ISEF obteve o 2º lugar a nível mundial”.

A Mostra Nacional de Ciência realiza-se de 31 de maio a 02 de junho, no Centro de Congressos da Alfândega do Porto. O evento é aberto ao público em geral e tem acesso gratuito.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.