A associação afirma-se como sendo a primeira do género em território português e, para além da promoção de Data Science a nível nacional e internacional, da cooperação com entidades públicas, empresas e instituições universitárias e a certificação e formação de profissionais do setor, tem como objetivos a representação do mundo de Data Science perante as entidades reguladoras e a promoção do empreendedorismo e inovação das empresas portuguesas.

“A atração de empresas e talento exterior para a sua fixação em Portugal e a cooperação no ensino de Data Science complementam a estratégia para tornar o país mais atrativo e competitivo no plano internacional”, sublinhou, em comunicado, Fernando Matos, presidente da Direção da Data Science Portuguese Association (DSPA).

Com várias iniciativas previstas já para este ano, como a  organização de workshops, de reuniões temáticas e a realização de um concurso internacional de Data Science, da associação poderão fazer parte todos os que tenham interesse no setor, desde estudantes  a profissionais até associados institucionais ou empresariais.

Para Guilherme Ramos Pereira, director executivo da nova associação, a “DSPA contribuirá claramente para a escalada internacional do ecossistema português de produtos e serviços de base tecnológica, cimentando o posicionamento já conquistado pelo país neste domínio”.

Prevê-se que a primeira conferência internacional da DSPA se realize já no segundo semestre de 2018.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.