Carros e camiões sem condutor podem reduzir drasticamente o número de acidentes nas estradas e também podem contribuir para reduzir os congestionamentos de trânsito. Estes são dois grandes benefícios da condução autónoma, a par de outros, apontados pelo Parlamento Europeu numa infografia.

Mas se trazem benefícios, também trazem desafios. Segurança rodoviária, questões de responsabilidade, processamento de dados, questões éticas e infraestrutura encabeçam a lista de “preocupações”.

tekinfografia PE carros autonomos

Face ao “cenário” de condução do futuro, a União Europeia está empenhada em assegurar regras comuns. Na sequência da Comunicação “Rumo à mobilidade automatizada: uma estratégia da UE para a mobilidade do futuro” da Comissão Europeia, o deputado holandês do grupo político PPE, Wim van de Camp, redigiu um relatório de iniciativa sobre a condução autónoma e que foi adotado, a 15 de janeiro de 2019, pelos deputados do Parlamento Europeu.

No relatório é sugerido, por exemplo, que seja obrigatória a existência de uma espécie de “caixas-negras” nos veículos automatizados, a fim de melhorar as investigações de acidentes e lidar com a questão da responsabilidade; ou que sejam desenvolvidas regras adequadas que abranjam a proteção de dados e a ética no sector, também para aumentar a confiança dos cidadãos europeus em relação aos veículos sem condutor.

Pode ver o relatório completo a partir deste link.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.